O WhatsApp é o aplicativo de comunicação mobile mais utilizado do Brasil, com mais de 120 milhões de usuários ativos no momento. Sabe o que isso significa? Que se você ainda não começou a utilizá-lo como uma ferramenta para aumentar as suas vendas, você já está atrasado! Não é de hoje que as empresas aprenderam como vender pelo WhatsApp, e se você não aprender também, vai ficar para trás no mercado!

É para te ajudar com isso que estamos aqui. Nesse post, vamos ensinar como vender pelo WhatsApp em 4 passos simples. No final, ainda deixamos 12 dicas infalíveis, com técnicas testadas e aprovadas para começar a vender ainda hoje. Vamos nessa?

Como vender pelo WhatsApp: 4 passos para o sucesso

Passo 1- Utilize o WhatsApp Business

Percebendo o potencial do aplicativo como uma ferramenta de vendas, foi criada uma versão específica para negócios, o WhatsApp Business. Ela possui algumas funções que facilitam a vida de quem quer utilizar o app como uma plataforma de vendas, por exemplo:

  • Perfil comercial: que permite adicionar dados importantes no seu perfil, como website e outros dados;
  • Mensagens automáticas: esse recurso permite configurar o envio automático de respostas quando você está ausente ou em outros casos específicos;
  • Respostas rápidas: esse recurso oferece atalhos para que você possa responder rapidamente, através de complementos e frases completas;
  • Etiquetas: para segmentar os contatos;
  • Entre outras.

Passo 2- Conseguir contatos

O segundo passo para começar a vender pelo WhatsApp é adquirir o contato de potenciais clientes.

Ah, mas isso é fácil, basta comprar listas. Certo? Errado.

Fuja das listas compradas, pois são números de clientes desqualificados, que dificilmente possuem fit com a sua solução, e provavelmente já estão com o número incluído em muitas outras listas. Ou seja, exclusividade zero. Como se isso já não fosse motivo suficiente, essa prática é crime.

Mas então, como conseguir contatos? Temos 4 opções para você não dizer que não tem alternativa, dá uma olhada:

Landing pages

Hoje em dia, é muito comum captar contatos por meio de iscas digitais protegidas por landing pages. Você sabe como funciona?

Basicamente, a empresa oferece um material que é interessante para o público-alvo, como um e-book, webinar, uma pesquisa, ou qualquer outro tipo de conteúdo que seja atrativo para o público que se pretende atingir.

Porém, para acessar o material, o usuário precisa preencher um formulário em uma página que chamamos de landing page, na qual ele informa seus dados de contato, como e-mail e número do WhatsApp.

A partir daí, a sua empresa pode nutrir uma relação com o potencial cliente e começar a vender pelo WhatsApp.

Pode parecer complexo, mas criar landing pages é muito fácil e não leva mais que alguns minutos. Leia nosso post completo sobre páginas de captura para aprender como fazer.

Páginas de captura sem programação

LinkedIn e outras redes sociais

Outra forma de adquirir contatos é utilizando o LinkedIn e outras redes sociais. Bem, no meio corporativo, o mais utilizado é o LinkedIn. Mas se você trabalha com negócios B2C, as outras redes também podem ser úteis.

As redes sociais permitem prospectar clientes de forma precisa, visto que disponibilizam muitas informações sobre o usuário, como região, profissão, idade e, em alguns casos, até o telefone.

Além disso, você pode unir essa dica com a primeira e anunciar seus conteúdos nas redes sociais, para obter mais acessos e, consequentemente, mais contatos.

Indicação de clientes atuais

Outra forma de expandir a sua lista de contatos é pedindo indicações de clientes atuais. Trata-se de uma forma orgânica de crescer através de uma rede de pessoas que gostam do seu trabalho e optam por indicá-lo para amigos e conhecidos.

Para incentivar essa prática, você pode criar programas de indicações, oferecendo descontos e prêmios para quem indicar amigos e passar o WhatsApp deles.

Parcerias com outras empresas

Outra excelente forma de conseguir contatos é fechando parcerias com negócios que estão no mesmo nicho de mercado, mas não são seus concorrentes diretos. Mais ou menos como aquelas empresas de voos comerciais que fecham parcerias com hotéis, por exemplo, garantindo combos e promoções para os clientes.

Fechar essas parcerias pode te ajudar a conseguir novos contatos e ampliar sua carteira de clientes.

Viu, opções não faltam quando se trata de capturar contatos. Vamos para o próximo passo?

Passo 3- Obter informações

Vender por WhatsApp vai muito além de prospectar uma lista enorme de contatos e enviar mensagens genéricas para todos eles aleatoriamente. Na verdade, ter o cuidado de fazer uma pesquisa inicial sobre cada contato para obter mais informações pode fazer toda a diferença na hora de vender.

Na própria landing page você já pode obter algumas informações valiosas, por meio do formulário. Entretanto, não é uma boa prática utilizar formulários muito grandes, com muitas perguntas, pois isso pode afastar o usuário. Por isso, você vai ter que ativar o modo detetive e obter mais informações posteriormente!

As redes sociais e a Internet em geral estão aí para facilitar essa etapa. Descubra o contexto, as dores e as preferências do potencial cliente para fazer uma abordagem mais personalizada.

Aproveite para começar a qualificar a oportunidade, verificando se ela realmente possui fit com a solução que você vende. Frameworks como o GPCT e o BANT podem ajudar na qualificação.

Passo 4- Entrar em contato

Depois de tudo, você já pode entrar em contato com o lead. Lembre-se que o WhatsApp não é um canal apenas para envio de promoções e ofertas. Na verdade, é importante que você envie outros tipos de materiais que são úteis para o potencial cliente, para nutrir um relacionamento. Isso é importante especialmente quando o potencial cliente ainda está no início da jornada de compra, e pode não estar interessado na sua solução ainda.

Gancho

Utilizar um gancho na hora de entrar em contato também é uma boa. Um gancho é como um pretexto, um motivo para o envio daquela mensagem.

Por exemplo: “Notei que você baixou nosso e-book sobre x, então acho que você pode se interessar por y”. Ou: “Olhei seu comentário no nosso post. Acredito que posso te ajudar”.

O gancho torna a abordagem mais natural e aumenta as chances de obter uma resposta.

Fluxos de cadência

Você também pode estabelecer fluxos de cadência para aumentar a conversão. Um fluxo de cadência é um cronograma de interações que serão feitas com o potencial cliente. Ele estabelece a frequência, o canal e o momento de fazer cada contato.

Esses fluxos são montados conforme as práticas que mais geram conversão na sua empresa. Não deixe de ler nosso post sobre fluxo de cadência para aprender a criá-los.

Varie os canais

Vender por WhatsApp não significa apenas usar o aplicativo para se conectar com o potencial cliente. Você pode e deve diversificar o canal de contato, utilizando e-mail, mensagens no LinkedIn e, é claro, ligações.

O bom das ligações é que não tem como o cliente “fugir” de você e, às vezes, acabam sendo a melhor alternativa. Perca o medo de ligar: em alguns momentos, fazer uma ligação será a melhor alternativa.

Timing

Preste atenção na hora certa de mandar cada mensagem. Um erro de timing pode custar a conversa que geraria uma venda.

Seja sensato com os horários e, principalmente, lembre-se de marcar os próximos passos ao fim de cada interação, para que a venda vá em frente. Frases como: “Quando posso falar com você novamente?”, ou: “Até quando você pode me dar uma resposta?” são valiosas para garantir a continuidade da venda.

Viu? Com esses 4 passos simples, você já está pronto para começar a vender pelo WhatsApp. Quer dizer, quase pronto. Pronto mesmo você vai ficar depois que conferir as 12 dicas que separamos para potencializar as suas vendas por WhatsApp. Confira:

12 dicas para potencializar as vendas por WhatsApp

1.      Segmente as listas

Como dissemos, o WhatsApp Business permite segmentar os contatos conforme as necessidades da sua organização. Assim, você pode disparar mensagens de forma mais personalizada conforme uma série de fatores, como o produto ou serviço no qual o potencial cliente mais pode se interessar, o perfil, a etapa em que ele se encontra na jornada de compra e qualquer outro critério que você deseje utilizar.

2.      Tenha um link para seu contato

É possível criar um link que encaminha o usuário para o seu contato no WhatsApp. Assim, basta deixar esse link nas suas páginas e, quando o usuário clicar, será levado direto para uma conversa com você no aplicativo.

Criar esse link é muito simples. Ele deve começar com o seguinte caminho:

https://api.whatsapp.com/send?phone=

Depois do final “=” você deve inserir o número do seu telefone, no seguinte formato:

DDI do Brasil “55” + o seu DDD sem o zero + seu número de telefone

Seu link está pronto. Fácil, não é?

3.      Divulgue seu número

Depois de criar o seu link de contato, trate de divulgá-lo em suas páginas! Além disso, não deixe de incluir seu número do WhatsApp em cartões, banners e até na fachada da sua empresa, principalmente em caso de vendas B2B.

4.      Utilize listas de transmissão

Listas de transmissão são uma forma de disparar mensagens para vários contatos, sem a necessidade de colocá-los em um grupo do WhatsApp, o que pode ser um pouco antiquado.

Em grupos, os usuários têm acesso ao contato de todas as outras pessoas que estão ali inseridas. Além disso, em caso de grupos não-restritos, qualquer um pode enviar mensagens inconvenientes.

Em listas de transmissão, por outro lado, você dispara mensagens para todos os contatos sempre que quiser, para o direct. Muito melhor, não é?

5.      Utilize o status

No mesmo formato dos Stories do Instagram e do Facebook, o WhatsApp possui o status, que fica visível por 24 horas antes de ficar indisponível.

Trata-se de uma boa forma de divulgar ofertas, promoções e novidades da marca sem ser tão invasivo. Ao invés de sempre disparar mensagens, você também pode utilizar esse recurso como alternativa.

6.      Tenha um número corporativo

Nada de utilizar seu número pessoal para fazer negócios, hein! Além de não ser nada profissional, isso pode causar muitas confusões, como clientes buscando atendimento fora do horário de funcionamento da sua empresa, ou dados da sua vida pessoal sendo expostos para a sua base de potenciais clientes.

7.      Utilize gatilhos mentais

Gatilhos mentais são uma excelente forma de atrair o potencial cliente. Eles nada mais são do que técnicas de persuasão que mexem com o lado emocional do comprador, e podem ser utilizados para os mais diversos fins: seja para prender a atenção do contato na primeira abordagem, seja para acelerar o fechamento da venda. Entre os gatilhos mais comuns, podemos citar:

  • Escassez: dizer que há um número limitado de unidades e que elas já estão acabando;
  • Prova social: mostrar casos de clientes que a sua empresa já atendeu e que estão satisfeitos;
  • Ancoragem: quando você organiza os preços de modo a fazer um produto parecer mais barato ou com um custo-benefício maior;
  • Entre outros.

.

8.      Cuidado com o Spam

Lembre-se que o envio insistente de mensagens inconvenientes é Spam, e isso não vai te render clientes. Pelo contrário: pode manchar a imagem da sua empresa. Por isso, procure ser sensato, enviar materiais úteis e realmente tentar nutrir um relacionamento com o potencial cliente, ao invés de apenas tentar vender a todo custo.

9.      Observe a etapa da jornada de compra

Cada contato pode estar nas mais diversas etapas da jornada de compra: alguns podem estar descobrindo o problema que possuem, enquanto outros podem já estar pesquisando fornecedores. Logo, o tipo de comunicação muda conforme a etapa da jornada de compra na qual a pessoa se encontra.

Para quem ainda está em etapas de descoberta, é preciso ser mais sutil e nutrir um relacionamento. Quem já está no fundo do funil, em contrapartida, já pode receber ofertas e promoções.

10.  Utilize a função catálogo

Quem trabalha com vendas simples, pode se beneficiar da função catálogo. O catálogo permite aos usuários acessarem produtos disponíveis na sua loja através do seu perfil, e cadastrar os seus produtos lá é essencial.

Basta acessar as configurações da conta e clicar em “catálogo”. Em seguida, faça upload de uma imagem do produto e cadastre as informações sobre ele, como nome, preço, descrição, link na loja virtual etc. E aí já está pronto! A partir disso, seus clientes poderão acessar seu catálogo a qualquer momento.

11.  Seja objetivo

Não esqueça de ser objetivo. Ninguém gosta de ler mensagens enormes e cheias de conteúdo inútil. As chances de ser ignorado ou bloqueado são grandes. Quando se trata de vendas por WhatsApp, objetividade é lei!

12.  Automatize o processo de vendas

Automatizar o seu processo de vendas é fundamental para obter resultados escaláveis, aumentar a produtividade e obter indicadores confiáveis. Em plena era da tecnologia, quem não investe em automação não tem futuro no mercado.

Recentemente, batemos um papo muito legal com o CEO do Artia, Roberto Espinha, e ele explicou como obteve 500% de crescimento só investindo em automação. Esse bate-papo é imperdível. Clique no banner abaixo para assistir!

CEO do Artia, Roberto Espinha, e ele explicou como obteve 500% de crescimento só investindo em automação. Esse bate-papo é imperdível. Clique no banner abaixo para assistir!